Primeiro carro movido a √°lcool no Brasil
0
0

Primeiro carro movido a √°lcool no Brasil

Como a crise mundial do petr√≥leo, um governo que incentivou o uso do √°lcool como alternativa e sagazes engenheiros da ind√ļstria automobil√≠stica...

Neon on Road ūüöô
6 min
0
0

Como a crise mundial do petr√≥leo, um governo que incentivou o uso do √°lcool como alternativa e sagazes engenheiros da ind√ļstria automobil√≠stica, conseguiram revolucionar para sempre como s√£o os motores e como s√£o vistos carros atualmente, tendo que recorrer a criar o primeiro carro movido a √°lcool no Brasil ainda no s√©culo passado?

Nessa linha, hoje vamos demonstrar como foi a história do primeiro carro que usava 100% álcool em seu motor e como isso marcou uma geração inteira no Brasil e no mundo. Dessa forma, você que é um apaixonado por carro fique com a gente até o final, pois vamos passar por diversas curiosidades e histórias que valem a pena saber

Portanto, desde como foi pensado o motor a √°lcool, as modifica√ß√Ķes necess√°rias com um motor 100% gasolina e os incentivos velados, at√© mesmo, a grande consagra√ß√£o que foi uma viagem por quase todo o territ√≥rio brasileiro para provar que o carro conseguia substituir o motor a gasolina sem problema nenhum, ser√£o demonstrados por aqui.

Email image

Uma grande inven√ß√£o precisaria de um carro ic√īnico

Fiat 147, isso mesmo, se você não é de outro planeta, com certeza já ouviu falar desse carro, até mesmo se você é bem novo, seus pais ou avós tem uma história com o famoso Fiat 147. Pois bem, saiba que o primeiro carro a álcool do Brasil foi justamente um Fiat 147.

Nessa linha, no dia 5 de julho de 1979, o Fiat 147 totalmente com o motor a álcool estreava, com um motor de 1.3 cm³ e com o funcionamento a álcool hidratado, foi considerado a invenção mais importante da época e marcou para sempre a década de 70 na história do automobilismo brasileiro.

 Primeiro carro movido a √°lcool no Brasil
Primeiro carro movido a √°lcool no Brasil

Fiat 147

Assim, ele apresentava uma ótima alternativa a combustíveis fósseis, como a gasolina e o diesel e tinha um motor potente que foi bem adaptado para a sua função, que tinha quatro cilindros, 1.300 cm³, com 62 cavalos e uma taxa de compressão 11,2:1 versus 7,2:1 no motor do mesmo porte que funcionava totalmente a gasolina.

Desenvolvimento do Fiat 147 a √°lcool

A primeira versão do carro a chegar no Brasil foi a gasolina, assim, ele já começou a ser fabricado em território nacional logo de cara, porém, a Fiat já imaginava ideias para adaptar o motor e pensar em um carburador a álcool.

Isso se dava pelos incentivos fiscais que o governo oferecia com o chamado Programa Pr√≥- √Ālcool, que foi criado por decreto do governo em 14 de novembro de 1975.

Com isso, depois de fazer competi√ß√Ķes internas com seus engenheiros da √©poca, a Fiat lan√ßou o primeiro prot√≥tipo do carro com motor a 100% de √°lcool hidratado em 1978 e come√ßou a fazer o que hoje √© conhecido como ‚Äúo grande teste definitivo‚ÄĚ que andou pelo Brasil todo.

Assim, o Fiat 147 andou por 6.800 km no per√≠odo de 12 dias, sendo por volta pouco mais de 500 quil√īmetros por dia rodado e isso fez o carro ser respeitado.

Desse modo, esse respeito foi derivado, pois o carro passou por diversos testes que só as estradas poderiam oferecer, passou por ruas íngremes, estradas de terra, subidas, descidas, partes alagadas e como passou por quase toda uma linha no Brasil, sofreu com as temperaturas que os brasileiros sofrem.

Dando um total de 30 graus celsius de diferença durante todo o trajeto, detalhe, o motor não sofreu nenhum problema e aguentou tão bem, ou até mais, que um carro com motor 100% a gasolina na época.

O que chamou a atenção no Fiat 147 a álcool

Depois de feito esse teste, foram colhidos os dados de todo o percurso disponibilizado para as pessoas se deliciarem com as estatísticas. O que causou surpresa e animação em todos.

O carro teve uma potência geral um pouco maior que o seu igual a gasolina, pois tinha como necessidade dar conta do consumo de 62 cavalos, versus o de 61 cavalos que era o modelo a combustível fóssil.

Por√©m, essa compress√£o maior foi melhor para o torque do carro, com isso, fazendo retomadas na pista com acelera√ß√Ķes em pequena ou em m√©dia rota√ß√£o.

Mas o que realmente importava e o que todos queriam saber no fim das contas, sem contar esses detalhes t√©cnicos do motor e de desempenho era sobre o pre√ßo por quil√īmetro rodado, em outras palavras, quanto ficaria mais barato um carro com motor a √°lcool, frente a um carro com motor a gasolina.

A resposta √© assustadora, pois foi menos da metade de custo, com os pre√ßos praticados na √©poca, ou seja, o Fiat 147 a gasolina iria sofrer uma derrocada de vendas frente ao seu novo ‚Äúirm√£o‚ÄĚ.

Curiosidades do Fiat 147 a álcool e o porquê foi dado tantos incentivos

De in√≠cio, o porqu√™ de todo esse incentivo vem da crise do petr√≥leo de 1973, que teve deriva√ß√Ķes da Guerra de Yom Kippur, com pa√≠ses √°rabes que faziam parte da OPEP (Organiza√ß√£o dos Pa√≠ses Exportadores de Petr√≥leo) aumentando o pre√ßo do barril de petr√≥leo em quase 400%.

Dessa forma, com o custo muito alto at√© para a importa√ß√£o, o governo brasileiro, que na √©poca era a ditadura militar, fez o programa Pr√≥- √Ālcool para incentivar o consumo do combust√≠vel derivado da cana de a√ß√ļcar, pois era um produto farto em terras nacionais.

Com isso, a ind√ļstria automobil√≠stica ficou de olho em como fazer um motor a √°lcool e o resto da hist√≥ria voc√™ conseguiu perceber no decorrer deste artigo.

Agora no campo das curiosidades acerca do primeiro carro a álcool do país, o Fiat 147, temos algumas que valem a pena ser lidas, sendo a primeira o Rallye Internacional do Brasil, que foi disputado no mesmo ano do lançamento do carro, composta por uma equipe só de mulheres.

 Primeiro carro movido a √°lcool no Brasil
Primeiro carro movido a √°lcool no Brasil

Fiat 147 Rallye

A segunda curiosidade √© o nome popular que o Fiat 147 conquistou na √©poca, com isso, ele era conhecido como ‚Äúcaninha‚ÄĚ, isso porque o cheiro que escapava do seu escapamento era muito forte de √°lcool, com o que fez ele ganhar esse apelido ‚Äúcarinhoso‚ÄĚ da popula√ß√£o no fim dos anos 70 e in√≠cio dos anos 80.¬†

Email image